Friday, September 16, 2016

"Olha para cima"..

Enche-me o coração, vêm-me as lágrimas aos olhos, pela forma como o Gabriel é recebido e acarinhado por todos na Escola. A mesma escola que o recebeu o ano passado no JI.

Quando há um ano e meio a educadora dele me disse que no ano seguinte não iria ficar naquele J Inf. e que seria melhor começar a pensar em opções, o meu mundo quase desabou. A decisão do seu percurso escolar ( mais um ano de JI na escola onde faria depois também o 1o ciclo) teria que ser tomada rapidamente! foram meses de buscas intensas por escolas, agrupamentos, colégios privados, métodos de ensino alternativos, terapias, localizações geográficas  e toda uma série de factores que contribuíam para aumentar a factura e a angústia.

Até que, finalmente exausta, disse a Deus que já não sabia mais nada, nao percebia nada de como as coisas funcionavam e nao me sentia em paz com nenhuma das soluções..
As conversas com terapeutas, médicos, professores e por aí fora, foram sendo cada vez mais elucidativas e apontavam para este caminho que agora iniciamos. Mas ainda não era tudo, surgiu mais um obstáculo, alguns constrangimentos na matrícula por causa da área de residência e da entrada para a Unidade de Ensino Estruturado desta escola. Pensei levar a legislação para a Secretaria, caso fosse necessário mostrá-la.. Mas Deus sabia que eu precisava de paz, de sentir que ele seria acolhido e nós também.. Combinámos em casa que se sentíssemos no acto da matrícula alguma falta de vontade, não o colocaríamos lá ( apesar de todos os nossos direitos) Pedi a Deus que me desse paz e sabedoria .
Entrei na Secretaria com o coração aos saltos e saí de lá com ele cheio e a louvar o meu Deus. A D.Suzete quase ficou uma amiga naquela 1hora e ainda tratou do processo de candidatura do Leonardo que estava uma confusão. Falou-me da irmã, do marido e dos seus problemas. No fim, deu-me 2 beijinhos e mandou-me em paz.

O ano decorreu sem precalços e o Gabriel tornou-se quase uma estrela naquela escola. A sua meiguice, os seus abracinhos e olhos malandros, cativaram os coleguinhas, professores e funcionários tanto da Pré como do 1o ciclo.

Ontem, no seu primeiro dia de escola, senti novamente esse mesmo acolhimento. Os que já o conheciam, estavam cheios de saudades dele e ele correu para os abraçar. Pediu para ir ver a antiga educadora e auxiliares. Acho que todas nos emocionámos um bocadinho..

A professora titular é duma serenidade impressionante e tem especialização na área do espectro do autismo. Mais um problema resolvido, menos uma angústia. Ao que parece, hoje, no 2o dia, já estabeleceu um vínculo com ela. Conseguiu ficar o tempo todo em sala e fazer tudo o que foi proposto à turma.

"Olha para cima", dizia Deus a Abraão e diz-me todos os dias a mim..





2 comments:

Anonymous said...


Deus é contigo :-)

Lídia

Unknown said...

Fiquei emocionada...com os olhos rasos de lágrimas e lembrei-me duma frase: Deus não é bom; Deus é MUITO BOM" DVA.